26 de outubro de 2011

meu nome é EQUILIBRISTA

"vai, vai, vai começar a brincadeira"
s.m. e s.f. Pessoa cuja profissão é fazer exibições de destreza ou de equilíbrio acrobático.
Sinônimo: acrobata
Classe gramatical de equilibrista: Substantivo feminino e Substantivo masculino
Separação das sílabas de equilibrista: e-qui-li-bris-ta
Possui 12 letrasPossui as vogais: a e i uPossui as consoantes: b l q r s tA palavra Equilibrista escrita ao contrário: atsirbiliuqe



A conquista
Desse equilibrista
É estar na crista
Parecendo artista
É ser otimista
Como todo idealista
Retrato em revista
Jeito de cançonetista

Canta como especialista
Finge ser alfarrabista
Lê livro progressista
De autor pessimista
E continua na lista
Dos que estão na pista
Coisa de turista
Desse mundo sofista
E viva o dicionário modista
Que propõe essa rima copista
Aplausos ao retalhista
Que com vontade budista
Propõe observação de cientista
Para a arte empirista
Em gramática vigarista
Cria um pobre solecista


15 de outubro de 2011

meu nome é MÁRCIA

minha linda mãe

Minha mãe e suas confusões com nomes e fatos:

1. Numa loja, com uma vendedora simpática:
- Posso lhe ajudar?
- Bem, só estou dando uma olhadinha...
- Fique a vontade, então.
- Me falaram para procurar Márcia aqui. Você é Márcia?
- Não, sou Shirlei.
- Ah, tá... Então obrigada Márcia! - saiu séria, enquanto a mulher ficava confusa com sua própria identidade.

2. Conversando com minha tia-avó:
- Olha essa foto. Essa sou eu e essa é Alice.
- D. Alice... Quanto tempo...
- Pois é.
- Tia Linda, e quando foi mesmo que D. Alice morreu?
- Mas Alice NÃO morreu!
- Mentira! D. Alice NÃO morreu? - com os olhos arregalados, assustadíssima com o fato da jurássica amiga de Tia Linda permanecer viva durante tantos anos. Dia desses recebo um torpedo: "Dona Alice morreu." Olhei pra o céu e pedi desculpas pela gargalhada.

3. No salão:
- Ô Néa, como é seu nome mesmo?
- Minha filha, meu nome é Aurora. Me chamam de Néa porque seria Jucinéa e meu pai decidiu me registrar por conta com o nome da irmã dele que morreu bebê.
- Credo! Mas Aurora é um nome até bonito, meio antigo, mas bonito.
- Não gosto. Prefiro que me chamem de Néa mesmo.
- Então quando ligar pra o salão vou pedir pra marcar meu cabelo com Aurora! - rindo com cara de sapeca.

13 de outubro de 2011

meu nome é TPM

A TPM é como uma dança. Às vezes os movimentos são bruscos, outras leves e melancólicos. Às vezes dói, às vezes é alívio. Hoje estou assim. Todo mês me sinto assim. Forte e fraca. Acompanhada, mas só. Com dor e com sono. Depois passa tudo e fim.

Thought of You

12 de outubro de 2011

meu nome é RIO DE JANEIRO


Sobre ela os maiores já falaram
Já cantaram
Já fizera  poesia
Já fizeram imagens encantadas
Sobre ela resta a mim
Poeira cósmica que fala e sente
Agradecer a Deus por estar íntegra
- Eu e ela -
Para que muitas gerações tenham possibilidade
De falar sobre ela
De cantar versos lindos para ela
De fazer mil poesias para ela
De fazer imagens encantadas dela
E eu reproduzo tudo aqui
Sem culpa

** Rio, outubro/2011 **

3 de outubro de 2011

meu nome é MÁRIO

O cabelo parece com o de Neto.  Fonte: Google
Estava um dia sozinha em casa quando o interfone tocou:
- Oi, quem é?
- É o Mário.
- Oi, Mário! Sobe! - empolgada
Fui abrir, certa de que era meu primo que nunca me visitava. Ao invés do primo sumido, aparece na porta meu amigo Neto, enfurecido.
- Ôxe, Neto, por que você disse que era Mário?
- Ariana, sua tonta, era pra você perguntar "quê Mário"! Aí eu diria "aquele que lhe créu atrás do armário"! - quase gritava - Você estragou tudo! - isso soou como uma sentença e eu caí no sofá, às gargalhadas, enquanto ele ia beber água para se acalmar.

O daqui não é aquele que créu em você atrás do armário. Posto o Mário Quintana, o poeta dos versos doces, para você, meu amigo Neto, o mais original e doido de todos:

Basta de poemas para depois...
Ó Vida, e se nós dois
vivêssemos juntos?


1 de outubro de 2011

meu nome é OUTUBRO

Pra variar, Google me ajuda nas ilustrações
O mês começou hoje com muito sol. Acordei com uma amiga me pedindo os ingredientes de risoto, enviei meio sonolenta, e se soubesse que ela não conhecia noz moscada teria sido mais clara na explicação. Quando levantei, o sol estava quase no meio do céu, afinal fui dormir quase quatro horas da madrugada, comemorando mais um momento gostoso de amizade em Mucuri. Fui a DJ da noite, já considerando que esse pode ser meu plano B na vida.
Pois bem, rotina da manhã cumprida, fui na rua comprar coisinhas domésticas e o presente da mini vizinha que festeja seus 2 anos  hoje. Encontrei um charmoso kit com três bonequinhas de cabelos coloridos. Viajei no tempo, pensando que poderia também comprar uma pra mim, pois há muito tempo não brinco de boneca. Pensamento torto esse. Sim, tem muito tempo, mas assim é a vida. Ninguém que completa 40 anos daqui a poucos dias pode querer brincar de boneca. Ou pode?
Na verdade brinquei muito durante minha infância. Vivi todas as vidas possíveis com minhas bonecas loiras, morenas, negras, ruivas, orientais, índias. Se não era uma boneca de plástico, era uma de papel. Se não era de papel, poderia ser uma de sabugo de milho mesmo. Nada importava a não ser o prazer da brincadeira. Tinha sempre um vestido de noiva, um fashion, um hippie. Um namorado, uma casa, um trabalho. Uma piscina, uma praça, um livro. Poucas vezes tinha filhos na brincadeira. Os bonecos bebês sempre estavam juntos, prontos para adoção. Bons tempos. Estava convicta de que havia brincado o suficiente naquela época para não sentir saudades. Hoje, com as bonecas na mão, vacilei.
O desconforto podia ser por causa da sedução dos brinquedos coloridos atuando em meus sentidos insones, ou a nostalgia do aniversário próximo, ou simplesmente porque é outubro, o mês que mais ganhava presente. Por isso minha homenagem ao mês com esse texto, às crianças que fomos, aos dias comemorativos de outubro e ao sol lindo que apareceu aqui para iluminar o primeiro de outubro! Viva o octo!

2 de outubro de 1869 nasceu Mahatma Gandhi, pacifista que me inspira
11 de outubro de 1996 desencarna Renato Russo,  músico que embalou minha adolescência
12 de outubro,  comemoramos o dia das crianças e essas são as que mais amo


20 de outubro, meu aniversário de ...enta anos