30 de janeiro de 2012

meu nome é MARILETE


Marilete é feliz, apesar de. Ganhou esse nome como um presente, mistura de Mariwaldo (seu pai) com Arlete (sua mãe) e pretende repetir a sina das mesclagens com os filhos, quando os tiver. Sabe que seu nome rima bem com palavras que bonitas: espagueti, marinete, gilete. Sabe também que é nome que se memoriza fácil, apesar de também ter consciência que qualquer outro nome seria fácil de memorizar visto a dona ser inesquecível. É dada a tropeços - um dia, indignada, imprimiu sua opinião sobre os vereadores da cidade num fórum virtual: corrupdos (sic). Ter opinião é bom. Já sofreu olhares de todos os tipos, já olhou de todas as maneiras. Está quase noiva de um jogador. Quase rica. Quase chega lá, apesar de. Vai com o noivo inaugurar um campo de futebol do bairro popular da capital do norte. Vai de salto. Marilete sabe que sedução é comportamento requerido em currículos. Ela tá chegando, apesar de.

meu nome é SEU NOME E POESIA



SEU NOME E POESIA



Escolha um nome...

Um nome bonito pra valer
para essa recem nascida,
será para toda sua vida,
um nome lindo quero ver.

Escolha um nome...

Um nome bonito, por favor,
que não seja compricado
bem fácil de ser lembrado,
um nome belo como a flor.

Escolha um nome...

Para batizar o bebezinho,
que seja bem pequeno
que ao falar fique sereno,
um nome, parecido com carinho.

Escolha um nome...

Bem fácil de ser falado,
deixe solta sua fantasia,
-Voce disse poesia?
Lindo ! O nome está aprovado.

Já tem um nome, meu amor!


(GIL DE OLIVE - http://www.luso-poemas.net)

meu nome é NÚRIA MALLENA

Quando o nome é só pretexto pra preencher esse espaço com música boa:


Quando Assim
Quando eu era espera,
Nada era, nem chovia, nem fazia;
Só senti que a calma, não acalma
Quando só há solidão.
Quando eu era estrela
Era inteira na mentira que eu dizia
Ser o que não era,
Convencia, dentro da minha ilusão
Quando eu fui nada,
Faltou nada, tudo pronto pra escrever
Eu não sabia buscar,
Foi quando apareceu,
O que eu quis inventar,
Pra preencher o meu mundo particular,
No peito que era seu
No seu mundo não há
Mais nada que não eu,
Já sei dizer que o amor pode acordar.
Eu não sabia buscar,
Foi quando apareceu,
O que eu quis inventar,
Pra preencher o meu mundo particular,
No peito que era seu
No seu mundo não há
Mais nada que não eu,
Já sei dizer que o amor pode acordar.

24 de janeiro de 2012

meu nome é UM

... e os meus são tantos...


Meu nome é Ariana, me apresento assim
No trabalho, Ariana
Os que confundem, Ariane, Adriana e Mariana
Para meu pai era Coca, Coquinha e filha
Para minha mãe sou Guga, d'mamãe e filha
Para minha irmã Man, Irmã, Manzinha e finalmente Manzi
Para meu amor sou Dinda ou Ariana banana
Para meu totó era Mamãe
Para meus sobrinhos postiços era tia Ari
Para Bruno sou Coquinha
Para alguns primos/primas e tios/tias Lica e para outros Lili
Para Jose, Ariri
Pra Juba, Maga
Para a maioria dos amigos Ari ou Arí
Pra Lê, Eire,
Pra tia Lourdes, Arianinha
Para Cleide, Drica
Para Dr. Edgard, Moranguinho
Para O Moska sou P7
Para Dani sou Ari Ari
Para Monikita e Ceinha, Arica
Para Bela, Bela
Fui Pepa... Fui Anjinho e Mix... Fui só linda
Sou às vezes, Bebé e Baiana,
Na escola fui Aritana
Pra D. Mary, Eliana
Tanto nome cabe em mim? Tanto nome só pra mim!
O que gosto mais? Das letras "A" no meu nome, especialmente depois que Nando (Reis) fez essa música linda e a cantou em frente ao mar, lendo minha alma já que é em frente ao mar que eu me sinto melhor.





4 de janeiro de 2012

meu nome é DOIS-MIL-E-DOZE

ALL YOU NEED IS LOVE

Chegamos na praia com uma chuva louca caindo e em pouco tempo já era o momento de encher as taças com espumante e o céu explodiu como um sonho antigo onde me via num lugar estranho, olhando para o infinito. Luzes em forma de purpurina, coração, chuva de estrelas, eu não conseguia parar de chorar. Deu tempo agradecer por tudo, deu tempo lembrar cada Reveillon que já passei e os que desejei passar, das pessoas queridas e das outras. Deu tempo chorar minhas tristezas de 2011, sorrir para o que foi bom, abraçar os amigos próximos e rezar pela minha família. As lágrimas estavam misturadas com a chuva, com o champagne, alguém passou e desejou feliz ano novo, sorri - será porque um estranho deseja a outro estranho feliz ano novo? Tocava Beatles em algum lugar:

There's nothing you can do that can't be done
Nothing you can sing that can't be sung
Nothing you can say, but you can learn how the play the game
It's easy

Será que é mesmo fácil? Será que tantas pessoas desejando o bem faz o mundo mudar a energia? Será que todos desejam o bem? Será como a gente pode ser visto pelos astronautas? Será que estou delirando? Será que vou ficar gripada? Será que ele está pensando em mim como eu nele? Será que o mundo acaba? Será que vou voltar aqui algum dia? Será que tem padaria aberta amanhã?

There's nothing you can make that can't be made
No one you can save that can't be saved
Nothing you can do, but you can learn how to be you in time
It's easy

Não sei se é fácil... Mas confio em John, ele tá cantando...

All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need
Love, love, love
Love, love, love
Love, love, love


Foi a entrada de ano mais simples e gostosa que já tive. Estava inteira e era só o que importava.


Feliz 2012!
There's nothing you can know that isn't known
Nothing you can see that isn't shown
Nowhere you can be that isn't where you're meant to be
It's easy



meu nome é IN

in*sensatez
in*satisfação
in*diferença
in*conformismo
in*aptidão
in*óspito
in*sone
in*capaz
in*ocente
in*coerente
in*contente
in*conveniente
in*consequente
in*operante
in*solvente
in*disponível
in*teressante
in*suportável
in*estimável
in*direto
in*transigente
in*finitamente
in*significante
in*love



É verdade Simone (de Beauvoir): "não se pode escrever nada com indiferença." Acho que por isso esgotei minha criatividade no blog. Pensando em mudar tudo...