18 de outubro de 2015

meu nome é ANAIRA

Olá, Ariana! Tudo bem com você?

Parabéns pelo aniversário antecipadamente! Terça-feira, não é mesmo? Sei bem como você gosta de receber abraços e ligações e mensagens nos dias 20 de outubro. Sempre dou um jeito de lembrar os esquecidos para falar contigo. Por quê? Não tenho ideia! Acho que por ver que não gosta de comemorar, fazer festa. Parece que esse dia é feliz e melancólico ao mesmo tempo, como você e sua balança dos propósitos.
Por falar nela, tenho um alimento para você colocar na plantinha de ideias que cresce em sua cabeça. Assisti uma entrevista ótima do Bauman para o Observatório da Imprensa. Você vai adorar, assista! E estou lendo um livro delicioso chamado "Memórias Póstumas de Brás Cubas" do Machado. Pense como essa mistura de intelectos pode gerar uma bomba criativa em nossas cabeças? Ideias muitas são meus presentes para você. Não tenho como dar muito mais do que isto.
Pensei em dar conselhos também, não vou mentir que é tentador dar conselhos na época do aniversário. Pensei em coisas do tipo: alimente-se melhor; não se distraia tanto; economize mais; pense na velhice e faça exercício hoje; mantenha seu cabelo sob controle. Depois de escrito parece mais esdruxulo do que imaginei, a não ser a parte do cabelo, claro.
Ao invés desse besteirol de conselhos que já deveriam ser parte de sua rotina, optei por lhe dar nomes de presente. Funciona assim: escreverei uma lista de nomes. Todos eles estão em mim e gostaria de lembrar que estão também em você. Não se importe com a ordem, só deixe fluir...
Família; Filosofia; Amor; Lua; Mar; Sombra; Verde; Roxo; Literatura; Umbu; Pipoca; Dia; Música; Água; Energia; Mandala; Janelas; Plantas; Coelho; Cachorro; Silêncio; Pés; Amigos; Cheiro; Olho; Óculos; Travesseiro; Computador; Caneta; Humanidade; Luta; Opinião; Memória; Busca; Paixão; Jeans; Números; Voar; Vento; Mar; Areia; Baleia; Saudade; Casa; Poço; Rede; Jardim; Mesa; Livro; Máscara; Torre; Praça; Céu; Nuvens; Carinho; Aconchego; Beijo; Concha; Casaco; Carta; Mensagem; Perfume; Boné; Perna; Bicicleta; Ombro; Ballet; Pilates; Sorriso; Caixa; Tosse; Brilho; Papel; Injeção; Bola; Carnaval; Caruru; Bolo; Passarinho; Chapéu; Onda; Caju; Caranguejo; Acarajé; Desenho; Bonecas; Sapatos; Lápis; Lima; Peru; Roma; Paris; Alpes; Erva-doce; Cerveja; Coragem; Disfarce; Pulo; Grito; Verdade.
Cada uma delas está dentro de você e desperta algo. Leia e releia, talvez aí estejam as pistas.
Um abraço bem sinceramente apertado, daquela que sempre estará contigo,

Anaira